Tesouros Maçônico – Obras raras do Real Gabinete Português de Leitura


Poucos dos que visitam a Cidade Maravilhosa conhecem o Real Gabinete Português de Leitura. Com uma excepcional arquitetura em estilo neomanuelino e escondida no centro da cidade, a sede da biblioteca, inaugurada pela Princesa Isabel em 1887, dispõe de um acervo de mais de 350.000 volumes, entre livros modernos e obras raras. E, dentre estas, existem diversos exemplares de cunho maçônico do século XIX.

1 Vista da fachada do Real Gabinete Português de Leitura, Rio de Janeiro

.

2 Interior do Real Gabinete Português de Leitura

.

3Claraboia do Real Gabinete Português de Leitura

São algumas raridades maçônicas que poucas instituições abrigam em seus acervos.  Destacam-se as seguintes obras:

– “A Maçonaria e a Igreja” de 1872;

– “Annaes e Código dos Pedreiros Livres em Portugal” de 1853;

 – “Historia da Franc-Maçonaria ou dos Pedreiros Livres” de 1843;

Além desses exemplares raros, o Real Gabinete Português de Leitura apresenta os primeiros Boletins do Grande Oriente do Brasil, de 1871 a 1877; o “Código Maçônico do GOB”, contendo a Constituição, Regulamento Geral, Código Penal e Processual da Ordem dos anos de 1862, 1865 e 1914. Há também um “Guia dos Trabalhos Symbolicos do Rito Escossez Antigo e Acceito para uso das ooff. d’este rito da jurisdição do Gr. Or. e Supr. Cons. do Brazil” de 1874.

4Volume 1 da “Bibliotheca Maçônica ou Regulador Instructivo e Completo do Franc-maçon” de 1838

Mas um dos grandes destaques da coleção são os volumes da “Bibliotheca Maçônica ou Regulador Instructivo e Completo do Franc-maçon” de 1838 (imagem 4). Editados na Typographia de R. Ogier, no Rio de Janeiro, e escritos por Miguel Antônio Dias, Cav? Rosa-Cruz do Gr? Or? Lusitano, os 6 volumes dessa obra apresentam:

– “História da Maçonnaria desde a mais alta antiguidade até hoje”;

– “O Ritual de todos os gráos da Maçonnaria”;

– “Guia do Architecto”;

– “A Maçonnaria d’ Adopção”;

– “Collecção de Discursos para todos os gráos e festas da ordem”;

– “Modelos de Correspondência oficial e cerimoniais”;

– “Vocabulario Maçonnico”.

São livros, como visto, de extrema raridade e relevância histórica. Além disso, estão acessíveis a qualquer cidadão. Esteja, você maçom, passando pelo Rio de Janeiro, não deixe de conhecer esse templo do saber e de acessar esses históricos e singulares exemplares da Maçonaria.

Localizado na Rua Luís de Camões, nº 30 – Centro – Rio de Janeiro – RJ, o Real Gabinete Português de Leitura funciona de segunda a sexta-feira, das 9 às 18 horas.

_____________________________________

No próximo artigo apresentaremos a Bíblia da Loja União e Tranquilidade nº0002 datada de 1821, que faz parte do acervo do Museu Maçônico Ariovaldo Vulcano.

Raniel Fernandes

Museólogo do Museu Maçônico Ariovaldo Vulcano

Deixe um comentário