Central de Ajuda Intervisitação – Orientação


01 – Os Maçons do GOB podem participar de sessão pública com a presença de Maçons pertencentes a Lojas de qualquer potência maçônica?

Não há nenhum problema que Maçons do GOB participem de qualquer evento público, programado por qualquer entidade ou órgão não maçônico com a presença de cunhadas, sobrinhos, sobrinhas, autoridades profanas, convidados, convidadas e MAÇONS de diversas potências, regulares e irregulares, desde que a solenidade seja realizada sem qualquer formalidade ritualística maçônica e que nenhum dos presentes esteja trajando paramentos maçônicos, tais como aventais, colares, faixas, etc.

02 – Podem participar de uma Sessão ritualística maçônica, realizada por uma Loja Federada ao Grande Oriente do Brasil, com fins comemorativos, MAÇONS de diversas potências, mencionadas ou não em List of Lodges?, além de cunhadas, sobrinhos, sobrinhas, autoridades profanas, convidados e convidadas?

Podem, desde que somente os Maçons do GOB e das potências mencionadas em “List of Lodges”, poderão estar trajados maçônicamente com aventais, faixas, colares etc., sendo que os Maçons de potências não citadas em ?List of Lodges?, não poderão participar do evento, com trajes maçônicos, ou seja, com aventais, faixas, colares, etc..

03 – Os Maçons do GOB podem participar de sessão ritualística realizada por uma Loja pertencente a uma Potência citada em “List of Lodges”, em que estejam presentes Maçons pertencentes a outras potências maçônicas não mencionadas em “List of Lodges”?

Os Maçons do GOB não podem participar de qualquer sessão ritualística em que estejam presentes Maçons de potências maçônicas não mencionadas em “List of Lodges, embora seja realizada por uma Loja pertencente a uma Potência citada em “List of Lodges”.

04 – Os Maçons do GOB podem participar de eventos não maçônicos juntamente com Maçons de qualquer potência, mesmo que se trate de potência maçônica não relacionada em “List of Lodges”?

Não existe e nem poderia existir nenhum impedimento para este tipo de participação conjunta.

05 – Os Maçons do GOB podem participar de atividades não maçônicas, para qualquer fim não maçônico, juntamente com Maçons de qualquer potência, mesmo que se trate de potência maçônica não relacionada em “List of Lodges”?

Não existe e nem poderia existir nenhum impedimento para este tipo de participação conjunta.

06 – Os Maçons do GOB podem participar de associações não maçônicas, com objetivos não maçônicos, juntamente com Maçons de qualquer potência, mesmo que se trate de potência maçônica não relacionada em “List of Lodges”?

Não existe e nem poderia existir nenhum impedimento para este tipo de participação conjunta.

07 – Como proceder quando um visitante comparecer a uma Loja Federada ao GOB, desejando assistir a uma Sessão Ritualística?

A primeira providência é solicitar a identidade maçônica do visitante e, de forma reservada e discreta, verificar se a Potência Maçônica a que ele pertence está mencionada na publicação “List of Lodges”, que o Poder Central enviou para a Loja por intermédio do Grande Oriente a que estiver jurisdicionada. Se o nome da Potência constar na publicação “List of Lodges”, procede-se às verificações de praxe e caso contrário, ou seja, se não constar, informa-se ao visitante a impossibilidade de seu ingresso, tendo em vista que só podemos admitir quando se tratar de maçom que pertença a uma Potência mencionada em “List of Lodges”.

08 – Maçons regulares do GOB, podem participar de evento com Maçons não paramentados, mas com foco em assuntos maçônicos e profanos visando inter relacionamento, dele participando só Maçons do GOB e Maçons de potências não constantes do List of Lodges do GOB? Ex: Conselho de Veneráveis ou Conselhos de Mestres Instalados.

É vedada a participação de maçons regulares do GOB em Conselho de Veneráveis Mestres, tendo em vista que gozam da qualidade de Mestres Instalados conforme se infere no disposto no parágrafo segundo do artigo 43 do RGF, donde se conclui que muito menos seria admissível a participação de membros de quaisquer outras potências, em hipótese alguma, em eventos da espécie. Vale ressaltar, no entanto, que conforme o disposto na parte final do citado parágrafo segundo, é admitida a participação de Mestres Instalados do GOB nas congregações estaduais e distrital de Veneráveis Mestres. Por oportuno, cabe enfatizar o texto do inciso III do artigo 43 do RGF que dispõe sobre a constituição do Conselho de Mestres Instalados, constituído por Ato de Grão Mestre, para fins de instalação de um maçom eleito venerável mestre, grão mestre e grão mestre adjunto consoante o disposto no artigo 44 do RGF.